O ácido hialurônico é uma substância encontrada na pele e em outras partes do corpo humano como nas articulações. Sua descoberta ocorreu em 1934, porém apenas 1980 teve seu primeiro uso em cirurgias oftalmológicas como a cirurgia de catarata.

Embora tenha uma ampla utilidade na medicina em áreas como ortopedia e oftalmologia, seu uso foi popularizado na dermatologia e na cirurgia plástica com resultados eficazes no tratamento de rugas, reconstrução de tecidos, tratamento de cicatrizes e volumização facial e labial. Sua apresentação pode ser tanto líquida quanto em gel em várias concentrações que variam de acordo com objetivo da aplicação. Pode tanto ser utilizado para hidratação na sua forma não reticulada como na forma reticulada como preenchedor de rugas e sulcos de expressão e volumizador de lábios e contornos faciais como ângulo da mandíbula, região malar (bochechas) e lábios. Ele ainda tem a função de ser um grande estimulador de colágeno e obtém-se ótimos resultados para o tratamento da flacidez.

As principais indicações do ácido hialurônico são: rugas e sulcos, aumento dos lábios, preenchimento das pálpebras inferiores, flacidez, pele desidratada, reconstrução de tecidos e cicatrizes, cicatrizes de acne, volumização facial, artrose de joelho e quadril, cirurgia de catarata.